Conquista Urgente

Conquista Urgente


Resultado da busca pela categoria "meioambiente"

Qual futuro queremos? 5 de maio, dia Mundial do Meio Ambiente

Segunda | 05.06.2017 | 14h00
Autor: Danillo Assunção


Foto: Ilustração

A preocupação com os limites ambientais é fundamental para a preservação e continuidade dos ecossistemas do planeta. Mas para que isso aconteça é preciso que as pessoas compreendam as consequências que há para a humanidade quando extraem os recursos naturais sob o risco de ultrapassar o seu limite.  A superexploração continuada é um fenômeno presente em diversas regiões do mundo, acabando com reservas naturais de água, florestas, minerais. As consequências disso são imensuráveis e tendem a gerar um prejuízo irreparável para a população, principalmente por se tratar de recursos finitos e que cada vez mais estão ficando escassos. Exemplos de tendências inexoráveis incluem as mudanças climáticas, a destruição do ozônio atmosférico, a acidificação oceânica, interferências no ciclo do fósforo e do nitrogênio, perda da biodiversidade, impossibilidades para o uso do solo e da água e a poluição química. Tudo isso com efeito direto e constante sobre a qualidade de vida da população. O crescimento do consumo energético ao longo da evolução estrutural das comunidades urbanas trouxe à tona o debate sobre as considerações significativas acerca da capacidade adaptativa da atmosfera e sobre o suprimento das demandas individuais e de cada país.  Pois durante muito tempo houve uma preocupação apenas com a produção econômica, sem os devidos cuidados e atenção com a preservação ou resiliência dos recursos naturais. Além disso, o desenvolvimento econômico também não foi reflexo de progresso social, ou seja, os benefícios do crescimento econômico, em sua grande parte, não foram compartilhados com os mais pobres. Por isso é preciso haver uma combinação entre os limites máximos planetários e os limites mínimos sociais, ou seja, um teto ambiental e um piso social.

Brumado: Sebrae realizará seminário sobre o cultivo intensivo da palma

Sábado | 13.05.2017 | 16h06
Autor: Ascom / CMB - Eliana Costa


Foto: Ilustração

No dia 17 de maio, próxima quarta-feira, em parceria com a Secretaria Municipal de Agricultura, Meio Ambiente e Recursos Hídricos - Semar e com demais órgãos do segmento, o Sebrae realizará o seminário “A Tecnologia do Cultivo Intensivo da Palma - TCIP aplicada nas pequenas propriedades rurais do semiárido brasileiro”. O evento acontece entre 9h e 11h30, no auditório do Semac, localizado na Rua Dr. Mário Meira, 48, Centro. O palestrante convidado é o Engenheiro Agrônomo Paulo Suassuna, que é o autor intelectual da TCIP, além de responsável técnico do Projeto Palmas - Cadeia Produtiva e Alimentação, implantado pelo Sebrae/PE, do Projeto Palmas Para o Semiárido, implantado pelo Sebrae/PB, e do Projeto Palma Doce Sergipana, implantado pelo Sebrae/SE. No período da tarde, de 14h às 16h30, também será promovida a oficina “Fundamentos da Tecnologia do Cultivo Intensivo da Palma - TCIP. O objetivo do Sebrae é atender cerca de 200 produtores rurais previamente cadastrados, além do público interessado que comparecer no dia do seminário. O evento é gratuito.

Os termômetros em Conquista registram mais um dia com baixas temperaturas

Sexta | 05.05.2017 | 18h37
Autor: Brumado Urgente


Foto: Reprodução

O frio de na cidade de Vitória da Conquista, pelo segundo dia consecutivo foi intenso. o município registrou as menores temperaturas de toda a região Nordeste. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) a menor temperatura ficou em 15,6 graus. Ontem, quando a cidade também registrou a mais baixa temperatura de todo o Nordeste foi ainda mais frio, com 15,2 graus. Para amanhã o frio continua com 16 graus, mas ao longo do dia o Sol aparece e esquenta um pouco, podendo registrar máxima de 27 graus. 

Frio intenso mata 20 pessoas na Europa e causa transtornos

Segunda | 09.01.2017 | 15h34


(Foto: Reprodução)

Na Europa, o frio já matou 20 pessoas e causa muito transtorno em quase todo o continente. A maioria das mortes aconteceu na Itália e na Polônia. Quase todas as vítimas são moradores de rua. A temperatura está abaixo de zero em vários países. No fim de semana, muitas cidades polonesas registraram – 20 °C. Na Rússia, fez ainda mais frio: - 30 °C. Os rios congelaram na Bósnia. A Turquia suspendeu a navegação no Estreito de Bósforo, uma importante rota comercial da Europa. Em Roma, as fontes viraram gelo. Até as ilhas gregas, onde o inverno costuma ser mais ameno, sofrem com o frio intenso. As praias ficaram vazias e cobertas de neve. No Reino Unido, a previsão é de nevasca no decorrer da semana.

Iceberg gigante ameaça se desprender da Antártida e gera preocupação

Domingo | 08.01.2017 | 13h13
Autor: G1


(Foto: Reprodução)

Um gigantesco iceberg - que seria um dos dez maiores do mundo - pode se desprender a qualquer momento da Antártida, dizem cientistas. Uma imensa rachadura na plataforma de gelo Larsen C cresceu de tal forma em dezembro que agora apenas 20 km de gelo impedem o imenso bloco de 5 mil km² (o equivalente a 500 mil campos de futebol ou à área do Distrito Federal) de se soltar. A Larsen C é a maior plataforma de gelo no norte da Antártida. As plataformas de gelo são as porções da Antártida onde a camada de gelo está sobre o oceano e não sobre a terra. Cientistas do País de Gales afirmam que o desprendimento do iceberg pode deixar toda a plataforma Larsen C vulnerável a uma ruptura futura. A plataforma tem espessura de 350 m e está localizada na ponta do oeste da Antártida, impedindo a dissipação do gelo. Os pesquisadores vêm acompanhando a rachadura na Larsen C por muitos anos. Recentemente, porém, eles passaram a observá-la mais atentamente por causa de colapsos das plataformas de gelo Larsen A, em 1995, e Larsen B, em 2002. No ano passado, cientistas britânicos afirmaram que a rachadura na Larsen C estava aumentando rapidamente. Mas, em dezembro, o ritmo avançou a patamares nunca antes vistos, avançando 18 km em duas semanas. Dessa forma, segundo os pesquisadores, o que se tornará um gigantesco iceberg está por um triz de se soltar - apenas 20 km o prendem à plataforma.

Incêndio de grandes proporções atinge pico de voo livre na Bahia

Sexta | 06.01.2017 | 20h40
Autor: Correio 24h


(Foto: Divulgação)

Um incêndio de grandes proporções atingiu a região Pico do Boqueirão, no município de Santa Teresinha, no Centro Norte da Bahia. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, as chamas foram detectadas por volta das 15h de quinta-feira (5). A região é conhecida por receber pessoas que praticam o voo livre. De acordo com o tenente coronel Matias, responsável pelo Grupamento de Bombeiros Militar de Santo Antônio de Jesus, oito brigadistas e cerca de 10 voluntários estão ajudando no combate às chamas. Ele disse ainda os homens atuaram no combate até às 19h de ontem e hoje voltaram ao local. No momento, o fogo está controlado, porém, os agentes seguem na região para debelar completamente as chamas. Ainda segundo o coronel, a prefeitura de Santa Teresinha está dando apoio logístico aos bombeiros. Até o momento, não há informações sobre o que provocou o incêndio.  

2016 pode se transformar no ano mais quente da história, diz agência

Sábado | 17.09.2016 | 07h06


(Foto: Reprodução)

A Organização Meteorológica Mundial (OMM) advertiu nesta sexta-feira (16) que 2016 está no caminho de se transformar no ano mais quente já registrado na história, com temperaturas extremamente altas. "Fomos testemunhas de um prolongado período de extraordinário calor e tudo indica que isto se transformará na nova norma", sustentou o secretário-geral da OMM, Petteri Taalas, ao apontar que foram observados níveis excepcionalmente altos de concentração de dióxido de carbono e que recordes de temperatura foram quebrados. Esta situação e o aquecimento dos oceanos acelerou o braqueamento dos recifes de corais, lembrou. 

Confira dicas de defensora do consumo consciente para gerar menos lixo

Domingo | 03.04.2016 | 15h02


(Foto: Reprodução)

Não adianta só separar papel, plástico e metal. "Reduzir a quantidade de lixo é tão importante quanto reciclar", diz Gabriela Yamaguchi, porta­voz do Instituto Akatu, ONG que defende o consumo consciente. A seguir, ela ensina como gerar menos lixo. 

Menos embalagens

Evite alimentos que venham em bandejas de isopor e que possuem excesso de embalagem. Comprar a granel é uma solução. Mesmo se usar o saquinho do supermercado, o volume de resíduo gerado será menor.

Planeje compras

Antes de comprar alimentos ou qualquer objeto, veja se já não possui um em casa e compre apenas a quantidade que vai consumir. Isso evita o descarte desnecessário de produtos.

Flores nascem em área destruída por incêndio na Chapada Diamantina

Terça | 15.03.2016 | 07h02


Flor da espécie Candombá é típica da Chapada Diamantina (Foto: Reprodução/TV Bahia)

Um flor típica da região do Parque Nacional da Chapada Diamantina, na Bahia, que não desabrochava há 17 anos voltou a florescer sobre tocos de árvores queimadas numa área devastada por um incêndio na Serra da Larguinha, entre os municípios de Palmeiras e Lençóis. As imagens do vale de flores da espécie Candombá que se formou no local foram feitas pelo fotógrafo baiano Rui Rezende. Ele fazia uma trilha com um dos filhos através do Vale do Capão para chegar até a Caachoeira da Fumaça, a segunda cachoeira mais alta do Brasil, quando se deparou com a cena rara. "Foi uma grata surpresa. A gente estava indo em direção à Cachoeira da Fumaça por baixo. Eu tava levando o meu filho mais uma vez por essa trilha junto com os amigos quando me deparei com aquela cena na subida da trilha. Numa fotogafia de natureza, a gente se depara com cenas sempre impressionantes. E dessa vez não foi diferente", destacou.

Ameaçado de extinção, ouriço-preto é encontrado em Eunápolis

Sexta | 11.03.2016 | 10h53


Ouriço-preto é encontrado em Eunápolis, Bahia (Foto: Carlene Santos Santana Cruz/ Arquivo Pessoal

Um ouriço-preto foi encontrado por moradores da cidade de Eunápolis, extremo sul da Bahia, nesta quinta-feira (10), em uma árvore da cidade. De acordo com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), o animal foi resgatado por integrantes da ONG Patinha Solidária e levado ao instituto nesta quinta-feira (10). O ouriço foi encontrado em uma árvore sem copa, localizada no bairro Dinah Borges. Para preoteger o animal, os moradores fizeram um abrigo provisório para o ouriço, na árvore, utilizando uma caixa de papelão. Segundo o Ibama, o ouriço está ameaçado de extinção e pode ser encontrado no extremo sul  baiano. O instituto informou que aparentemente o animal está bem. Ele será encaminhado para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) de Porto Seguro, onde será avaliado por veterinários. A depender da análise dos especialistas, o animal será reabilitado ou devolvido à natureza imediatamente.

Ministra diz que recuperação da Bacia do Rio Doce levará pelo menos dez anos

Quarta | 18.11.2015 | 14h58


(Foto: Reprodução)

A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, disse nesta terça-feira (17) que o projeto de recuperação da Bacia do Rio Doce será de longo prazo. “Quando falo de longo prazo, é um projeto de pelo menos uma década”, explicou. A ministra participou da reunião com a presidenta Dilma Rousseff e integrantes do comitê de gestão e avaliação de respostas ao desastre causado pelo rompimento da barragem de rejeitos da mineradora Samarco, na região de Mariana, em Minas Gerais. Teixeira falou também sobre o plano de recuperação da Bacia do Rio Doce anunciado, após a reunião, pela presidenta Dilma Rousseff. Segundo a Agência Brasil, a ministra acredita que haverá muito trabalho pela frente a ser feito. O objetivo agora é chamar todas as partes envolvidas para convergir em uma proposta única. “O desastre é enorme, é uma catástrofe, o pior desastre ambiental do país, e temos que tomar medidas inovadoras para resolver. A gente sabe que a parte de peixes, a fauna intocada, répteis, isso foi perdido. Os especialistas terão que dizer quanto tempo leva [a revitalização]. Além da recuperação de nascentes e uma série de situações estruturantes para a restauração da qualidade ambiental na bacia”, detalhou Izabella.

ONU considera propostas de redução de emissão de gases poluentes "insuficientes"

Sexta | 30.10.2015 | 21h03


(Foto: Reprodução)

A ONU considerou nesta sexta-feira (30) que as reduções de emissão de gases poluentes que os países se comprometeram voluntariamente a cumprir são "insuficientes" para evitar a alta da temperatura global a valores inferiores a dois graus Celsius. O aviso veio da secretária-geral da Convenção Quadro das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas (UNFCCC, da sigla em inglês), Christiana Figueres, ao apresentar, em Berlim, o resumo dos planos nacionais, de 146 países, para combater o aquecimento global.Citada pela agência EFE, Christiana explicou que, se a comunidade internacional não agir em conjunto e determinadamente, as temperaturas médias globais poderão subir entre quatro a cinco graus Celsius até 2100, tendo por base as estimativas feitas recentemente pela Agência Internacional da Energia (AIE).

Na Alemanha, governador Rui Costa busca parcerias para implantação da energia eólica na Bahia

Terça | 13.10.2015 | 07h02


(Foto: Divulgação Gov. da Bahia)

A viagem do governador Rui Costa (PT) pela Alemanha terminou com uma visita ao Instituto Fraunhofer, localizado em Freiburg, dedicado à pesquisa de alta tecnologia na geração, distribuição e armazenamento de energia solar. . “Este Instituto é capaz de fazer as certificações mais sofisticadas para a indústria solar. Uma parceria deste tipo será estratégica para o crescimento da indústria de renováveis na Bahia”, explicou o governador. Rui objetiva trazer para a Bahia um centro de excelência e certificação de equipamentos de energia solar, de forma a criar laboratórios de certificação que possibilitem a certificação de inversores para painéis fotovoltaicos solares. Não há nenhum laboratório de referência em energia solar na América Latina e o instituto, além de ser a maior instituição de pesquisa aplicada da Europa, já tem uma parceria com a Bahia na área de Tecnologia da Informação. A comitiva do Governo da Bahia se deslocará para Bilbao, na Espanha, em busca de mais investidores.

Ibama vai investigar fraude em controle de poluentes pela Volkswagen no Brasil

Segunda | 28.09.2015 | 20h36


O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) iniciou investigação para verificar se a fraude cometida pela Volkswagen no sistema de controle de poluentes em carros americanos também se aplica aos modelos fabricados no Brasil. A Agência de Proteção do Meio Ambiente (EPA, na sigla em inglês), dos Estados Unidos, acusou a montadora alemã de falsificar o desempenho dos motores em termos de emissões de gases poluentes por meio de um software incorporado no veículo. A Volkswagen anunciou, na terça-feira (22), que mais de 11 milhões de carros a diesel em todo o mundo foram equipados com o tipo de motor que poderia distorcer os dados de emissões. A fraude foi verificada nos veículos movidos a diesel de quatro cilindros, vendidos no período de 2009 a 2015. “Trata-se de um caso gravíssimo”, diz o Ibama, em nota, informando que a Volkswagen deve ser notificada ainda nesta sexta (25). Além da multa, a empresa, caso a fraude seja confirmada, será obrigada a corrigir o problema em todos os veículos que tenham sido submetidos à alteração no software. A nota do Ibama diz, a partir de dados da EPA, que os testes identificaram que os carros, em uso normal, emitem 40 vezes mais poluição do que o máximo permitido pela norma americana. Se a violação no Brasil for confirmada, a montadora poderá ser multada em até R$ 50 milhões.

 

Temperatura na Terra deve subir 2º e intensificar extremos de chuva e seca

Sábado | 26.09.2015 | 11h04


(Foto: Correio 24h)

Salvador teve, entre os meses de abril e junho deste ano, as chuvas mais fortes dos últimos 20 anos, segundo órgãos responsáveis. Do outro lado, já em 2012, a Bahia passou pela maior seca dos últimos 60 anos - e sobreviveu aos tropeços à estiagem que persiste. Pois, o futuro não é muito animador. Diante de um cenário de altas emissões de gases que provocam o efeito estufa, as mudanças climáticas previstas por especialistas devem incluir que esses extremos  - muita  chuva e muita seca - sejam mais comuns. “A gente sabe que os eventos extremos serão mais frequentes e duradouros, com maior intensidade. E esses eventos vão estar relacionados à água. Porque a água é aquela coisa que o ideal é nem tanto nem tão pouco”, diz o coordenador do Instituto Virtual Internacional de Mudanças Globais, Marcos Freitas, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Até 2100, a temperatura do mundo vai aumentar - quanto a isso, não dá mais para voltar atrás. Agora, a questão é como fazer com que ela não aumente demais. A meta da comunidade internacional é manter esse crescimento de temperatura em até 2°C. Mas, se o mundo continuar produzindo em excesso gases do efeito estufa, o número pode dobrar - há quem acredite que chegaria até a 7°C.