Conquista Urgente

Conquista Urgente


Resultado da busca pela categoria "esporte"

Dois torcedores do Vitória são baleados a caminho do jogo neste domingo

Segunda | 08.05.2017 | 12h08


foto: Ilustração

Dois torcedores do Vitória foram baleados na tarde deste domingo (7), na Via Regional, quando estavam em uma moto em direção ao Estádio Manoel Barradas, o Barradão, para assistirem a final do Campeonato Baiano, em Salvador. O jogo, que contou com torcida única - do Vitória, foi contra o rival Bahia, e após empate, garantiu o título de campeão baiano aos rubro-negros. Conforme dados da central de polícias Civil e Militar, o crime ocorreu por volta das 12h20, e as vítimas foram identificadas como Josivaldo Santos de Miranda, 36 anos, e Zaquiel Pablo Santos de Jesus, 21. A PM não soube informar quem atirou contra os torcedores e informou que um dos homens foi atingido no cotovelo esquerdo. O outro foi baleado nas costas, coxa esquerda e na virilha. Os dois foram socorridos para o Hospital Roberto Santos, mas não há informações sobre o estado de saúde deles. 

Boa Esporte confirma a contratação do goleiro Bruno, que já veste a camisa

Sábado | 11.03.2017 | 14h01
Autor: Globo esporte


(Foto: Reprodução)

O goleiro Bruno Fernandes já é atleta do Boa Esporte.O clube e o advogado do jogador confirmaram a informação no final da tarde. O contrato será de dois anos e o jogador irá disputar o Módulo 2 do Campeonato Mineiro e a Série B do Brasileiro pela equipe de Varginha.  Segundo a diretoria do Boa Esporte, a previsão é que ele se apresente na próxima terça-feira para os treinos e que volte a jogar entre 50 e 60 dias. O advogado do goleiro disse que ele recebeu propostas de várias equipes do país, mas que optou pelo clube de Varginha por lealdade.  - É um conjunto de fatores, o Bruno recebeu uma série de propostas, o Paduense, o Friburguense, o Bangu, o América-RJ, o Miami United, Betinense, Ceará, Brasiliense. O Bruno não procurou nenhum desses clubes, eu não procurei nenhum desses clubes. Mas o Bruno tinha que fazer uma opção. Primeiro a questão de lealdade ao gesto que o Boa teve quando o Bruno pretendia a sua liberação, segundo Minas Gerais por ser um estado hospitaleiro - disse o advogado Lúcio Adolfo. 

Agachamento x hipertensão

Segunda | 13.02.2017 | 11h07
Autor: Por Vitor Cotrim


(Foto: Laércio de Morais | Brumado Urgente)

Sabemos que o agachamento é um potente exercício e envolve uma grande quantidade de massa muscular em sua execução. É um dos preferidos quando se trata de ganho de massa muscular, compreendendo que quando há um maior recrutamento de massa muscular maior será a oclusão dos vasos sanguíneos, aumentando assim a pressão sanguínea e elevando os batimentos cardíacos.

Logo podemos imaginar que o agachamento não é uma boa pedida para pessoas hipertensas por elevar rapidamente a frequência cardíaca é sugerido que se faça exercícios de forma unilateral e deitado, facilitando assim o retorno venoso. Para um treino com maior segurança e eficácia procure sempre por orientação de um profissional de educação física.  

Gastos calóricos nos exercícios físicos, qual exercício gasta mais?

Sábado | 04.02.2017 | 12h02
Autor: Por: Vitor Cotrim


Foto: Laércio de Morais I Brumado Urgente

Caloria é uma medida utilizada para indicar a quantidade de energia necessária para elevar a temperatura de 1g de água de 14,5 para 15,5 °c. Nas atividades físicas é muito comum ouvirmos falar em gasto calórico, que tal atividade gasta mais calorias que a outra etc., mas devemos levar em consideração a individualidade biológica de cada um, pois o gasto calórico durante a atividade física vai depender de uma series de fatores, por exemplo, uma pessoa pesando 50 kg gasta em média 500 a 600 (cal) em uma hora de corrida na esteira, e uma pessoa de 80 kg, fazendo com a mesma intensidade gasta em média 800 a 1000 (cal). Isso acontece porque quanto mais peso se tem maior é o esforço para garantir a oxigenação nas células do corpo. Portanto se o objetivo é ter um aumento do gasto calórico, deve se levar em conta fatores como a intensidade e duração do exercício, e se alimentar de forma correta. Consequentemente o exercício que você vai gastar mais calorias é aquele que você empregar maior intensidade durante a execução, procure sempre orientação de um profissional.

Odebrecht pagará R$ 1 mi por débitos de luz do Maracanã, mas critica Rio-16

Quinta | 26.01.2017 | 15h30
Autor: Uol


(Foto: Reprodução)

A Concessionária Maracanã S.A. liderada pela Odebrecht, prometeu, nesta quinta-feira (26), que pagará até a sexta-feira um débito de R$ 1 milhão com a empresa fornecedora de energia elétrica Light. O estádio está com luz cortada. No comunicado, o consórcio liderado pela Odebrecht afirma ainda que a dívida é de responsabilidade do Comitê Rio-2016. Em contato com o UOL Esporte, Mario Andrada, diretor de comunicação do Comitê durante os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, rebate: "Todos os débitos do Comitê com a Light foram resolvidos. A luz do Maracanã foi cortada porque a Odebrecht não paga as contas desde novembro". O Comitê alega que devolveu a administração do Maracanã à Concessionária no começo de novembro. O consórcio, por sua vez, rejeitou assumir o comando do complexo por entender que a organização da Rio-2016 descumpriu parte do acordo. A briga foi parar na Justiça: por força de liminar concedida em 16 de janeiro pela juíza Fernanda Lousada, da 4ª Vara de Fazenda Pública do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, a Concessionária teve de reassumir a tutela do estádio. "De acordo com o Termo de Autorização de Uso (TAU), documento que disciplinou o uso do complexo durante o chamado período olímpico, a obrigação pelos reparos, bem como das contas públicas, é de responsabilidade do Comitê Rio-2016. De acordo com o TAU, o comitê deve permanecer à frente do complexo até que todos os reparos, assim como débitos, sejam realizados", diz o texto da Concessionária publicado nesta quinta. 

Jogadora do Vitória morre em acidente de moto

Segunda | 23.01.2017 | 17h11
Autor: Correio 24 horas


(Foto: Reprodução/Facebook)

A jogadora de futebol Caroline Costa dos Santos, conhecida como Tchula, campeã baiana pelo Vitória no último dia 15, morreu na madrugada desta segunda-feira (23). A atleta de 19 anos faleceu em consequência de um acidente de moto em São Caetano, sofrido quando voltava de um torneio amador no bairro Jardim Cajazeiras, no domingo (22).  Tchula era lateral-direita e jogava também como volante. O enterro será às 16h desta segunda, no cemitério Quinta dos Lázaros. O Vitória informou que pagará as despesas do funeral. Nas redes sociais, a técnica Dilma Mendes, que treinou Tchula no time do Lusaca, de Dias D'ávila, fez uma homenagem. "Um Talento que não está mais entre nós. O Futebol Feminino hoje não tem clube, time, grupo, modalidade... O esporte da Bahia perde uma pedra preciosa, Carolline Loreenzo (TCHULA). Que Deus conforte familiares e amigos". O Vitória também lamentou a perda em nota oficial

Agora é oficial: Conmebol declara Chape campeã Sul-Americana de 2016

Segunda | 05.12.2016 | 18h04


(Foto: Reprodução)

A Conmebol oficializou, na tarde desta segunda-feira (5), o time da Chapecoense como campeão da Copa Sul-Americana de 2016. A equipe catarinense jogaria a final contra o Atlético Nacional de Medellín, porém, foi impedida por conta da tragédia com o avião que levava jogadores e comissão técnica. "A Confederação Sul-Americana de Futebol confirma que o conselho da Conmebol, em sua qualidade de autoridade permanente encarregada de cumprir os Estatutos da Instituição decidiu declarar a Associação Chapecoense de Futebol campeã da edição 2016 da Copa Sul-Americana", informou a entidade em nota. Com o título, a Chape automaticamente garantiu vaga na Taça Libertadores da América e na Recopa Sul-Americana do próximo ano. O time também conquistou o prêmio de dois milhões de dólares pela conquista. Na Recopa, a Chapecoense enfrentará justamente o Nacional, atual campeão da Libertadores. Segundo a Conmebol, o pedido feito pelo Atlético Nacional para que a Chapecoense ficasse com o título foi decisivo. A atitude do alviverde de Medellín rendeu a equipe colombiana o prêmio "Centenário Conmebol de Fair Play", garantindo ao time ainda a quantia de um milhão de dólares. 

Brasil vence o Peru por 2 a 0 e chega a sexta vitória consecutiva nas eliminatórias

Quarta | 16.11.2016 | 09h04


(Foto: Reprodução)

Com muita maturidade, o Brasil se mantém 100% na Era Tite. Mesmo em um jogo truncado contra o Peru, válido pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo 2018, a Seleção chegou a sua sexta vitória consecutiva ao derrotar os donos da casa por 2 a 0 em pleno Estádio Nacional de Lima. Com o resultado, o escrete canarinho chega aos 27 pontos e vê a vaga ao Mundial cada vez mais perto. Já os Incas estacionam no oitavo lugar com apenas 14 pontos em 12 jogos disputados. 

Baiana Verônica Almeida fala sobre Paralimpíadas: 'não é esporte de coitadinho ou super-herói'

Quarta | 07.09.2016 | 15h08


Verônica Almeida se prepara para disputar sua terceira Paralimpíada (Foto: Mauro Akin Nassor/Arquivo CORREIO)

Ela foi a primeira mulher brasileira a conquistar uma medalha em Pequim-2008, quando levou o bronze em apenas seis meses de prática como atleta paralímpica. Entrou para o Guiness Book – o livro dos recordes – ao completar a travessia Mar Grande-Salvador nadando borboleta com um braço só. Agora, busca a primeira medalha paralímpica de ouro da carreira. Super-heroína? Não. Verônica Almeida dispensa o rótulo. “Atleta paralímpico não é super-herói. É atleta de alto rendimento, que treina e se dedica como qualquer outro atleta ‘normal’, como as pessoas chamam”. Parece clichê, mas a baiana, 41 anos, nascida em Salvador, é mesmo uma mulher retada. Portadora da Síndrome de Ehlers-Danlos, doença rara e degenerativa que interrompe a produção de colágeno pelo corpo, ela vai para a sua terceira Paralimpíada e já está garantida em pelo menos três provas. A estreia no Rio 2016 será sábado, quando nadará os 100m peito SB7. No dia 12, disputará os 50m borboleta S7, prova que lhe rendeu a medalha de Pequim. No dia seguinte, terá pela frente os 200m medley SM7. Verônica ainda não sabe se será escolhida para nadar o revezamento 4x100m livre, no dia 15.  

Paralimpíada terá sete baianos em quatro esportes diferentes

Segunda | 05.09.2016 | 20h09


(Foto: Reprodução)

Após celebrar as medalhas de Isaquias Queiroz, Erlon Souza e Robson Conceição, além da de Walace, volante da seleção brasileira de futebol sub-23, nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, os baianos já têm novos atletas com quem gastar a torcida. Nesta quarta, acontece a cerimônia de abertura dos Jogos Paralímpicos do Rio-2016, com as competições começando na quinta. Ao todo, sete baianos estarão buscando medalha na capital carioca. A maior chance, sem dúvida, é no Futebol de 5, para deficientes visuais. São três baianos na seleção brasileira: Cássio, Gledson e Jefinho. Este último já foi eleito o melhor jogador do mundo em 2010. O Brasil é o atual tricampeão paralímpico, bicampeão mundial e não perde uma competição desde 2006. Na natação, a Bahia terá Verônica Almeida, veterana de dois Jogos Paralímpicos e bronze no Pan de Toronto nos 50m da classe S7. No remo, Renê Pereira foi 5º colocado no Mundial de 2015 e tem reais chances de medalha no Rio. No atletismo são duas baianas, sendo que ambas não moram no estado. Raíssa Rocha, do dardo na classe F56, é atual vice-campeã mundial e mora em Uberaba. Já Tascitha Cruz, que mora no Rio, ficou em 4º nos 100m da T36 no Mundial do Catar, no ano passado. Ela também tem chance de subir ao pódio.

Com o apoio da tocida, Brasil busca ouro inédito contra a Alemanha no Maracanã

Sábado | 20.08.2016 | 14h00


(Foto: Reprodução)

Antes mesmo do início do Rio 2016, a final do futebol era um dos momentos mais esperados dos Jogos. Apesar de ser esperado que o Brasil estivesse na final, não era uma certeza. Agora é concreto. O ouro está a apenas um jogo e será decidido hoje, às 17h30, contra a Alemanha, no Maracanã. A goleada por 7x1 sofrida na Copa do Mundo de 2014, no Mineirão, pode até assustar aos torcedores, mas não aos atletas. Competição nova, história diferente. Agora, os garotos do sub-23 do Brasil vão pra cima com tudo, guiados pelo “veterano” Neymar, um dos mais experientes do time mesmo aos 24 anos.  No início da Olimpíada, o Brasil não encheu os olhos. Gerou conformismo de que a sonhada medalha não vinha. Logo nos dois primeiros jogos, insossos 0x0 contra África do Sul e Iraque. No último jogo da primeira fase, contou com a bênção da Fonte Nova, emplacou e fez 4x0 na Dinamarca. Nas quartas, o time do baiano Rogério Micale venceu a Colômbia por 2x0. Na reta final, os meninos voltaram a ser a equipe que faz qualquer brasileiro sentir orgulho. Atropelou Honduras: 6x0. 

Olimpíada: Brasil perde para o Canadá e fica sem medalha no futebol feminino

Sexta | 19.08.2016 | 18h00


(Foto: Reprodução)

A Seleção Brasileira de futebol feminino terminou os Jogos Olímpicos de forma melancólica. O time comandado por Vadão saiu de postulante à primeira colocação ao quarto lugar, obtido nesta sexta-feira (19). A derrota por 2 a 1 para o Canadá tirou a possibilidade de um bronze para o Brasil na modalidade. Os gols canadenses foram marcados por Rose e Sinclair; Beatriz descontou para as brasileiras.

Bronze: baiano Isaquias Queiroz garante mais uma medalha para o Brasil

Quinta | 18.08.2016 | 16h09


(Foto: Reprodução)

Após conquistar a prata na terça-feira (16/08), o baiano Isaquias Queiroz garantiu mais uma medalha, desta vez o atleta conquistou o bronze na prova C1 200m na canoagem, na manhã de hoje (18/08).  O ouro ficou com o ucraniano Iurii Cheban e a prata com Valentin Demyanenko, do Azerbaijão. Foi uma disputa emocionante para a família de Isaquias e todos que estavam na torcida. O baiano largou mal e chegou a ficar em último lugar no início da competição, mas não demorou muito para o atleta se reerguer na disputa e assim conquistar  o 3º lugar.  Essa é a segunda medalha do atleta na Olimpíada do Rio de Janeiro 2016. O baiano de Ubaitaba pode terminar a olimpíada com três medalhas e se tornar o brasileiro com o maior número de medalhas em uma edição olímpica. 

Robson Conceição faz história e conquista segundo ouro olímpico da história da Bahia

Quarta | 17.08.2016 | 10h05


(Foto: Reprodução)

Robson Conceição não tinha sonhos grandes. Invocado, queria ser que nem o tio Roberto, famoso por brigar na rua. Virou o “Terror” do bairro humilde onde nasceu, em Salvador. Ao descobrir o boxe, trocou os socos nas ruas pelos ringues e viu que poderia sonhar mais alto. Para alcançá-los, ralou. Foi feirante, vendeu picolé na praia, foi ajudante de pedreiro… Perdeu na estreia em duas Olimpíadas, Pequim 2008 e Londres 2012. Mas o destino lhe guardava algo grandioso. Na insistência e no talento, virou campeão olímpico. 

Rio 2016: Seleção feminina é eliminada dentro do Maracanã pela Suécia e disputará bronze

Terça | 16.08.2016 | 18h03


(Foto: Reprodução)

O sonho do ouro para o futebol feminino do Brasil parou na semifinal. Num jogo em que o time brasileiro atacou mais e teve a posse de bola durante o maior tempo do jogo, a Suécia segurou a pressão, e eliminou o time comandado por Vadão nesta terça-feira (16), no Maracanã. A derrota veio com requintes de crueldade, na disputa de pênaltis. Depois de empatar por 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação, as brasileiras não tiveram perna para vencer a disputa de pênaltis frente às suecas, e foram derrotadas por 4 a 3, com Andressinha e Cristiane perdendo suas penalidades. A Seleção ainda terá a chance de conquistar a medalha de bronze. O adversário será definido na partida entre Canadá e Alemanha, às 16h, no Mineirão. A disputa do terceiro lugar acontecerá nesta sexta-feira (19), às 13h, na Arena Corinthians.