Conquista Urgente

Conquista Urgente

temp-thumb
temp-thumb
temp-thumb
temp-thumb

Tragédia: Agente de saúde morre em trágico acidente na Conquista-Barra do Choça

Sudoeste: Jovens morrem em trágico acidente na BR-030, no município de Guanambi

Conquista: Assaltantes serram grade, invadem escola e roubam merenda

Temer diz que país está "virando a página da crise"

Sexta | 28.07.2017 | 09h26


Foto: Reprodução

O presidente Michel Temer disse ontem (27) que o governo está fazendo “um dever de casa atrasado há muito tempo” e com isso o país está “virando a página da crise”. Em discurso durante cerimônia no Palácio do Planalto, o presidente citou a aprovação da reforma trabalhista, do teto para os gastos públicos, as discussões sobre a reforma da Previdência e indicadores da geração de emprego. “Digo aos senhores que não é por acaso que o Brasil está virando a página da crise. Estamos fazendo um dever de casa atrasado há muito tempo e os resultados estão aparecendo. Temos a inflação que é a mais baixa dos últimos tempos. Os juros ainda ontem caíram a um dígito, coisa que há quatro ou cinco anos não acontecia. E a tendência é cair muito mais”, disse durante discurso na cerimônia de celebração das concessões de aeroportos. Segundo Temer, esses números positivos na economia são resultados da responsabilidade do governo e da capacidade de superação do povo brasileiro. O presidente ressaltou ainda o apoio e o trabalho nos últimos 60 dias do Senado e da Câmara dos Deputados. De acordo com ele, ainda há muito a fazer como a simplificação tributária e as reformas política e da Previdência. Caso aprove essas reformas, segundo ele, seu governo não terá passado em branco. “Se conseguirmos realizar mais essas três reformas, como conseguiremos, ninguém poderá dizer que passamos em branco nesses dois anos e pouco de governo”, disse. Na cerimônia de hoje, Temer, ministros e empresários celebraram a concessão dos aeroportos de Fortaleza, Porto Alegre, Salvador e Florianópolis. O leilão ocorreu em março e os contratos de concessão serão assinados amanhã (28) , obedecendo aos prazos previstos. Com a assinatura dos contratos, o governo recebe, à vista, R$ 1,4 bilhão.

Polícia conclui inquérito sobre mãe que denunciou sumiço de gêmeos

Sexta | 28.07.2017 | 08h06
Autor: G1 Bahia


Foto: Reprodução

O inquérito policial que apurou a denúncia da dona de casa Cleidiane Silva dos Santos, que disse que estava grávida de gêmeos mas que recebeu apenas um bebê após o parto, em Ilhéus, no sul da Bahia, apontou que não houve gestação de gêmeos. A informação foi passada ao G1 pelo delegado Evy Paternostro, que conduziu as investigações. Segundo o delegado, o inquérito foi concluído na quarta-feira (26) e o documento foi encaminhado ao Ministério Público do Estado (MP-BA). Conforme Paternostro, não havia vestígio de nenhuma outra placenta reduzida após a retirada do feto, o que poderia entrar como características da transfusão neofetal, quando um dos fetos não se desenvolve. Segundo o delegado, a constatação foi feita pela equipe médica que realizou o parto, e avisou à mãe que só tinha um bebê. Segundo o delegado, após o parto, Cleidiane ficou inconformada com a notícia de que só estava grávida de um bebê. Durante as investigações, o médico que fez a ultrassom que apontava a gestação de gêmeos, admitiu à polícia que pode ter errado no laudo do exame. "Quando ela deu entrada na unidade de saúde, disse que estava grávida de gêmeos, levando última ultrassom da clínica. A equipe multidisciplinar do hospital preparou o centro cirúrgico para um parto gemelar, o que não aconteceu. Então, a enfermeira tomou a iniciativa de tirar uma foto da placenta para mostrar a mulher, enquanto o médico procurava vestígios de outra criança. A foto foi anexada ao inquérito", relatou.

Seis pessoas morrem após batida frontal entre dois carros na BA, diz PRF

Quinta | 27.07.2017 | 18h56


Foto: Reprodução

Seis pessoas morreram em uma batida frontal entre dois carros, por volta das 10h desta quinta-feira (27), na BR-324. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente ocorreu no KM-465 da rodovia, trecho da cidade de Tanquinho, a cerca de 161 km de Salvador. Conforme a PRF, a batida envolveu um Fiat Uno e um GM/ Vectra. Os veículos ficaram destruídos. Quatro das vítimas estavam no GM/ Vectra. Ainda não foi confirmado se as outras duas vítimas estavam no Uno. Os corpos serão encaminhados para o Departamento de Polícia Técnica de Feira de Santana, onde serão periciados. Após a batida, o trânsito ficou congestionado no trecho da rodovia. Policiais rodoviários foram deslocados para atender a ocorrência, e até por volta de 13h, as circunstâncias do acidente ainda não estavam confirmadas. Não há detalhes sobre a identidade das vítimas.

Aprovação de Temer cai mais uma vez e chega a 5%; desaprovação passa de 80%

Quinta | 27.07.2017 | 17h03


Foto: Reprodução

A aprovação do presidente Michel Temer caiu mais uma vez e chegou a 5%. Pesquisa divulgada nesta quinta-feira (27) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) em parceria com o Ibope mostra que o índice de rejeição ao presidente chegou a 70%. Para 21% o governo é regular e outros 3% não souberam avaliar ou não responderam. Oitenta e três por cento desaprovam a maneira como o peemedebista governa, ante aprovação de 11% dos entrevistados. O resultado é o pior já obtido pelo levantamento, de acordo com O Globo. O governo Temer tem acumulado quedas na aprovação. No último levantamento feito em 31 de março, 10% avaliaram o governo como ótimo ou bom; 31%, como regular; 55% ruim ou péssimo e 4% não responderam. Três meses antes, em dezembro de 2016, a aprovação de Michel Temer era 13%. Quarenta e seis por centro consideravam o governo ruim ou péssimo e 35% como regular. Outros 6% não souberam opinar ou não responderam. A pesquisa divulgada nesta quinta foi realizada entre os dias 13 e 16 deste mês, com 2 mil pessoas em 125 municípios brasileiros. A margem de erro é de 2% e o nível de confiança, 95%.

MP move ação contra Eduardo Cunha e Lúcio Funaro

Quinta | 27.07.2017 | 16h36


Foto: Reprodução

O Ministério Público Estadual deu entrada em ação civil pública contra o ex-deputado federal Eduardo Cunha, o doleiro Lúcio Bolonha Funaro e outras dez pessoas por improbidade administrativa. O grupo é acusado pelo MP de causar prejuízo de R$ 41 milhões ao fundo Prece, de previdência complementar dos funcionários da Cedae. De acordo com as investigações, as perdas foram causadas por operações fraudulentas na Bolsa de Valores. Recursos do Prece, segundo o MP, eram usados como uma espécie de 'seguro' para as aplicações na Bolsa, e os rendimentos financeiros dos negócios que geravam lucro eram divididos entre os 12 citados na ação. Quando as aplicações davam prejuízo, este ficava com o Prece. Ainda de acordo com o MP, o esquema funcionou entre 2003 e 2006. Na ação, o Ministério Público pede o sequestro de bens dos acusados, num total de R$ 21,8 milhões, para ressarcir as perdas causadas ao fundo de previdência da Cedae. O valor se refere aos lucros obtidos com o esquema por Cunha, Funaro - ambos presos em decorrência da Operação Lava Jato - e os outros acusados, entre eles diretores do Prece.

Juro do cartão de crédito rotativo volta a subir em junho

Quinta | 27.07.2017 | 15h23


Foto: Ilustração

Após cair em maio, a taxa média de juros do cartão de crédito rotativo para pessoas físicas voltou a registrar aumento em junho deste ano, quando somou 378,3% ao ano, segundo números divulgados pelo Banco Central nesta quinta-feira (27). No mês anterior, o juro do cartão rotativo estava em 377,9% ao ano. Junho foi o terceiro mês de vigência das novas regras do cartão de crédito, pelas quais o rotativo só pode ser usado até o vencimento da fatura seguinte. Se na data do vencimento o cliente não tiver feito o pagamento total do valor da fatura, o restante terá que ser parcelado ou quitado. Entenda a regra aqui. Já os juros médios cobrados pelos bancos nas operações com cheque especial registraram pequena queda, passando de 325,1% ao ano, em maio, para 322,6% ao ano, em junho. A modalidade de crédito do cartão rotativo, e também do cheque especial, de acordo com especialistas, só deve ser utilizada em momentos de emergência e por um prazo curto de tempo - devido ao seu alto custo. No caso do cartão de crédito, a recomendação dos economistas é que os clientes bancários paguem toda a fatura no vencimento para não deixar saldo devedor e evitar pagar juros.

Ba-262: Van com passageiros de Jânio Quadros tomba a caminho de Conquista

Quinta | 27.07.2017 | 14h35


Foto: Reprodução/L12

Uma van com alguns passageiros tombou no início da manhã desta quinta-feira (27), em uma Serra na Ba-262, na região do município de Anagé,  próximo à entrada de Caraíbas. De acordo com informações colhidas pelo L12 Sudoeste, por circunstâncias ainda desconhecidas motorista perdeu o controle do veículo de placa policial oriunda do município de Presidente Jânio Quadros, no sudoeste baiano. A van caiu em uma ribanceira. Apesar do susto todos os ocupantes tiveram apenas leves escoriações. Uma corda foi usada durante o resgate das vítimas. O veículo estava indo para Vitória da Conquista.

Conquista: Adolescente é baleado e morre ao dar entrada no Hospital

Quinta | 27.07.2017 | 12h09
Autor: Vitória da Conquista Notícias


Foto: Reprodução

Um adolescente de 16 anos baleado no Conjunto Jacarandá, bairro Miro Cairo, na noite dessa quarta, 26, morreu quando chegava ao hospital de Base. A vítima estava em via pública, quando duas pessoas passaram e atiraram em sua direção. O adolescente foi atingido na cabeça. Ele chegou a ser atendido pelo Samu 192, mas morreu ao chegar à unidade de saúde. 

Começa nesta quinta o pagamento do PIS-Pasep 2017-2018

Quinta | 27.07.2017 | 11h05


Foto: Ilustração

Começa a ser depositado nesta quinta-feira (27) o abono salarial PIS-Pasep 2017-2018. No caso do PIS, o pagamento será para trabalhadores da iniciativa privada nascidos em julho, e no do Pasep é para servidores públicos com final da inscrição 0. De acordo com o calendário, quem nasceu nos meses de julho a dezembro receberá o PIS ainda no ano de 2017. Já os nascidos entre janeiro e junho receberão no primeiro trimestre de 2018. Em qualquer situação, o recurso ficará à disposição do trabalhador até 29 de junho de 2018, prazo final para o recebimento. O valor do abono varia de R$ 79 a R$ 937, dependendo do tempo em que a pessoa trabalhou formalmente em 2016. Trabalhadores da iniciativa privada retiram o dinheiro na Caixa Econômica Federal, e os servidores públicos, no Banco do Brasil. É preciso apresentar um documento de identificação e o número do PIS/Pasep. Tem direito ao abono salarial quem recebeu, em média, até dois salários mínimos mensais com carteira assinada e exerceu atividade remunerada durante, pelo menos, 30 dias em 2016. É preciso ainda estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e ter os dados atualizados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais), ano-base 2016. No caso do PIS, para quem é correntista da Caixa, o pagamento é feito 2 dias antes do restante dos outros trabalhadores. Veja calendário do PIS abaixo:

UNINASSAU disponibiliza vagas para o FIES em Vitória da Conquista

Quinta | 27.07.2017 | 10h28
Autor: Ascom/Faculdade Maurício de Nassau/Mara Ferraz


Foto: Reprodução

As inscrições para adesão ao financiamento se encerram nesta sexta (28) e as vagas são limitadas e em Vitória da Conquista, a Faculdade UNINASSAU foi contemplada com vagas pelo programa. Os financiamentos podem chegar a até 100%. Segundo o diretor da unidade, Ricardo Marques, é importante que o candidato se atente a todos os dados solicitados e preencha corretamente, de acordo com a comprovação. Para a seleção, é necessário que o candidato tenha participado de uma das edições do Enem a partir de 2010, atingido no mínimo 450 pontos e não ter zerado a redação; possua renda familiar mensal bruta per capta de até 3 (três salários mínimos). Além disso, o estudante não pode ter nenhuma graduação completa. Os interessados devem se inscrever através do site http://fiesselecao.mec.gov.br até a sexta-feira (28). O critério de seleção analisa a renda per capita familiar e o ano de conclusão do Ensino Médio. Atualmente, estão sendo ofertadas vagas nos cursos de: Administração, Arquitetura e Urbanismo; Biomedicina; Enfermagem; Engenharia Civil; Engenharia da Computação; Engenharia Elétrica; Estética e Cosmética; Farmácia; Fisioterapia; Odontologia; Pedagogia e Psicologia. Após o resultado da pré-seleção, que se dará no dia 31 de julho, os candidatos podem concluir a inscrição e posteriormente se matricular na IES para iniciar o semestre letivo. Para entrar em contato com a UNINASSAU, basta ligar para o telefone (77) 3429-6473 ou (77) 3429–6472.  A unidade fica na Av. Otávio Santos, nº 158, Centro.

PF prende ex-presidente da Petrobras e do Banco do Brasil em fase da Lava Jato

Quinta | 27.07.2017 | 10h03
Autor: G1


Foto: Reprodução

O ex-presidente do Banco do Brasil e da Petrobras Aldemir Bendine foi preso na 42ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada pela Polícia Federal (PF) nesta quinta-feira (27) no Distrito Federal, Pernambuco, Rio de Janeiro e São Paulo. Suspeito de receber R$ 3 milhões da Odebrecht, Bendine foi preso em Sorocaba (SP). A ação foi batizada de Cobra. A PF prendeu outras duas pessoas, que são suspeitas de operar a propina da empreiteira para Bendine: os irmãos André Gustavo Vieira da Silva e Antônio Carlos Vieira da Silva Júnior, sócios em uma agência de publicidade, a Arcos Propaganda. Eles foram presos no Recife. O Ministério Público Federal (MPF) afirma que, quando comandava o Banco do Brasil, Bendine pediu R$ 17 milhões à Odebrecht para rolar uma dívida da empresa com a instituição, mas não recebeu o valor. Na véspera de assumir a Petrobras, pediu mais R$ 3 milhões para não prejudicar os contratos da estatal com a empreiteira. O valor foi pago em 2015. Naquele ano, Bendine era braço direito da então presidente Dilma Rousseff. E havia deixado o banco com a missão de acabar com a corrupção na petroleira, alvo da Lava Jato. Mas, segundo delatores da Odebrecht, ele já cobrava propina no Banco do Brasil e continuou cobrando na Petrobras.

Tribunal derruba decisão de juiz e libera reajuste de combustíveis

Quinta | 27.07.2017 | 09h37


Foto: Ilustração

O desembargador Hilton Queiroz, presidente do Tribunal Regional Federal da Primeira Região (TRF-1), derrubou nesta quarta-feira (26) a decisão judicial que havia suspendido o aumento no preço dos combustíveis. Com a decisão do desembargador, volta a valer o decreto do presidente Michel Temer que elevou a alíquota de PIS/Cofins sobre a gasolina, o diesel e o etanol. A tributação sobre a gasolina subiu R$ 0,41 por litro; a tributação sobre o diesel, R$ 0,21 por litro; e o imposto sobre o etanol, R$ 0,20 por litro. Hilton Queiroz atendeu a recurso da Advocacia Geral da União (AGU), que representa o governo federal no Judiciário. O órgão argumentou que, sem o aumento do imposto, o governo perderia R$ 78 milhões por dia, prejudicando o equilíbrio nas contas públicas e a retomada do crescimento econômico. "Trata-se de medida imprescindível para que seja viabilizada a arrecadação de aproximadamente R$ 10,4 bilhões de reais entre os meses de julho a dezembro de 2017", argumentou a AGU no recurso, acrescentando que a verba é importante para cumprir a meta fiscal deste ano, que prevê déficit (despesas maiores que as receitas) de R$ 139 bilhões. Ao acolher o pedido da AGU, Hilton Queiroz afirmou que a decisão de Borelli era "duvidosa" e concordou com os argumentos do governo quanto às contas públicas.

Bahia tem 16,4 mil casos de hepatites em 5 meses

Quinta | 27.07.2017 | 09h05
Autor: LeiaMais.Ba


Foto: Ilustração

As hepatites virais são causadas por diferentes vírus que atacam as células do fígado e levam a doenças mais graves como a cirrose ou o câncer. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a doença atinge, aproximadamente, 400 milhões de pessoas em todo o mundo. Na Bahia, os dados da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) confirmam 16.422 casos somente de janeiro a maio deste ano. Para alertar a população sobre a importância da prevenção, do diagnóstico precoce e do tratamento, a OMS criou o Dia Mundial de Combate às Hepatites Virais, lembrado nesta sexta-feira, dia 28 de julho. De acordo com o hepatologista do Hapvida, Allan Rego, três tipos de hepatite merecem destaque. "O vírus da hepatite A que, apesar de ser benigno na maioria dos casos, é de fácil transmissão; e os tipos B e C pelo fato de serem doenças silenciosas que podem evoluir para cirrose ou câncer do fígado", disse. A hepatite B infecta, atualmente, 300 milhões de habitantes no mundo e cerca de um milhão de brasileiros. Já a do tipo C atinge de 130 a 150 milhões de pessoas no mundo e 1,5 milhão no Brasil. O Sistema Único de Saúde (SUS) oferece testes rápidos para o diagnóstico das hepatites B e C com resultado em até 20 minutos. No caso das hepatites B, C e D, o tratamento é medicamentoso e também está disponível no SUS. O Brasil é um dos poucos países a disponibilizar o tratamento para as hepatites virais no sistema de saúde pública. As vacinas são a melhor maneira de evitar as hepatites e podem ser encontradas nos postos de saúde do SUS e da rede privada.

PF prende auditor da Receita Federal e empresário acusados de fraude no Carf

Quinta | 27.07.2017 | 08h09
Autor: LeiaMais.Ba


Foto: Reprodução

A Polícia Federal (PF) prendeu nesta manhã (26), em São Paulo, o auditor da Receita Federal Eduardo Cerqueira Leite e o empresário Mário Pagnozzi, acusados de integrarem uma organização criminosa para fraudar decisões do Conselho Administrativa de Recursos Fiscais (Carf), conforme investigado pela Operação Zelotes. Cerqueira e Mário são os únicos alvos de prisão preventiva entre as 11 pessoas que se tornaram réus, na última segunda-feira (24), no mesmo processo, acusadas de participarem de um esquema para beneficiar o Bank Boston, no Carf, a última instância de recurso administrativo contra cobranças tributárias. De acordo com a denúncia do Ministério Público Federal (MPF), o suposto esquema de corrupção envolveu pagamento de propina para cancelar ou reduzir multas aplicadas ao banco. Em um dos casos, uma atuação tributária avaliada pela Receita Federal em aproximadamente R$ 600 milhões foi reduzida em 70%. As prisões foram autorizadas pelo juiz federal Vallisney Oliveira, 10ª Vara Federal do Distrito Federal. Na decisão, ele disse que ambos representam risco “à ordem pública, à ordem econômica e à própria instrução” do processo. Para o juiz, em liberdade e “com empresas e dinheiro ainda nas mãos de terceiros, os acusados Eduardo Cerqueira Leite e Mário Pagnozzi Júnior continuarão movimentando valores desconhecidos das autoridades, fazendo investimentos em nome de familiares e terceiros, além da possibilidade de poderem pressionar ou contatar os demais réus”.

Tesouro Nacional admite que pode adiar reajuste de servidores em 2018

Quarta | 26.07.2017 | 18h06
Autor: G1


Foto: Ilustração

A secretária do Tesouro Nacional, Ana Paula Vescovi, admitiu nesta quarta-feira (26) que o governo pode adiar o reajuste dos servidores públicos que já foi acordado para o ano de 2018. Vescovi informou que se discute o adiamento "em alguns meses", mas não informou quantos. Segundo jornalista Valdo Cruz, da GloboNews, o governo estuda adiar por seis meses a entrada em vigor do reajuste, de janeiro para junho de 2018. Se adotada, a medida pode fazer os gastos com o reajuste cair de cerca de R$ 22 bilhões para R$ 11 bilhões no ano que vem. A secretária do Tesouro Nacional explicou que está se referindo ao reajuste aprovado no último ano, que foi escalonado em quatro anos. A etapa desse ano já foi concedida para os servidores públicos, mas a do próximo ano pode ser atrasada. O objetivo da equipe econômica, com a possibilidade de adiar o reajuste dos servidores públicos, é diminuir os gastos com a folha de pagamentos, num momento de fragilidade nas contas públicas. Para o próximo ano, a meta é de um déficit primário (sem contar juros da dívida) de até R$ 129 bilhões, que o mercado financeiro considera difícil de ser cumprido. Recentemente, para diminuir essas despesas, classificadas como "obrigatórias", o governo informou que deve editar uma medida provisória para criar um programa de demissão voluntária (PDV) para os servidores públicos do Poder Executivo. A adesão começará neste ano, mas o desligamento será feito somente a partir de 2018.